terça-feira, 19 de março de 2019

O que foi meu bom José?

"Eu tão simples, tão  pequeno, um carpinteiro e nada mais, mas meu Deus olhou  pra mim e me escolheu pra ser pai do filho Seu ..." diz uma canção! Em outra cantamos  que de todas as donzelas da Galileia, José  escolheu logo  Maria para esposa. Logo ela que seria a mãe  do Filho  de Deus? Que audácia!!  José  foi muito corajoso e assumiu Maria e o filho, sem impor condições, pois acreditava nas promessas de Deus. Ah José, tão  bom homem! Posso  imaginar sua decepção quando soube que sua noiva estava grávida antes do casamento. Mas ele foi um homem tão bom e fiel, que  Deus acalmou seu coração. Hoje temos muitos  Josés que  cuidam da família com coragem, força  e amor. 
Tem José que assume filhos que não  são seus. Tem José que ampara a amada e segue com ela mesmo diante  de tribulações. E temos  Marias, muitas Marias que, a exemplo  de São  José, também  são a força, a coragem e o amor de uma família. Que todo José encontre uma Maria e que toda Maria  encontre um José que só ame! Quanto  a nós, seguimos  acreditando nos planos de Deus e que, diante  de tribulações lembremos de José, tão  simples e tão pequeno, mas que tinha amor.

Valei-me São José!

domingo, 10 de março de 2019

O melhor da vida eu faço Off line parte II

E estamos  aqui falando  de fim de relacionamento de novo.  O eterno  durou bastante, durou  1 mês! As  vezes, o eterno  dura realmente  uma eternidade, mas não  aqui! Quando você  volta para um ex amor você  volta  para os  mesmos erros, os mesmos defeitos!  Afinal,  você volta para a mesma pessoa! Você  aceita  a pessoa porque  construíram juntos uma história que, para o momento, era bom, era único.  Acredito  que  nos demos uma chance porque  havia sentimento. Mas no retorno  trazemos  alguns comportamentos  que antes não  tínhamos, voltamos talvez mais bloqueados e com medo de dar tudo errado de novo.   Mas para quê  detalhes? O retorno não  deu certo. Se acusam, se ofendem de novo e cadê o amor declarado que os fizeram voltar? Nem amizade dá  pra ter. Não  tem mais. Passou. Chegou a existir amor? Sim! Mas há  contaminações. O bom de terminar  um relacionamento,  é  que ele te dá  suporte  para não  entrar na mesma fria que te congelou  por alguns  meses ou anos. Envolvimento bom é  aquele  que te ensina  a não  cometer  os mesmos  erros e a ver os sinais  que, lá  no começo,  você  deixou passar  por estar  deslumbrado com a imagem que te venderam. Sim!! Relacionamento  é  marketing pessoal. Vamos sempre ressaltar o que há  de melhor em nós  para o outro, vender nossa melhor imagem. Quando o produto  está nas mãos, aí  é que vamos ver o que fazer se apresentar algum defeito. Confesso  que já  quebrei  a cara em nome do amor, mas como saber se  é  amor? Prefiro arriscar e pagar pra ver. E vamos lá! Deixar um novo  amor ofertar  o melhor  de si  e fazer o mesmo. E assim seguimos, mas o melhor de tudo é descobrirmos  que o   amor mais  verdadeiro, é  o amor próprio.

Postagem em destaque

Descanso anual!

Pela CLT, "Férias é o período de descanso anual, que deve ser concedido ao empregado após o exercício de atividades por um ano...&qu...

Gostou disso?